Compra rápida

  • Frete Grátis para o Sudeste a partir de R$400
  • Parcele em até 6x*
  • Devolução grátis ou troca em loja

Aprendi com meu PAI... a voar

Celebrando histórias de gerações,
como a carioquíssima  

Memória afetiva e sabor inconfundível: conheça a história da GeneaL, marca comandada por pai e filhos

Pão macio, salsicha e mostarda. Já sabe de qual marca estamos falando? Foi com essa deliciosa combinação que, na década de 60, o cachorro-quente GeneaL entrou na vida e no coração dos cariocas, marcando todas as gerações até hoje.

Nas praias e nos festivais de música da cidade, lá estavam as carrocinhas de toldo listrado e vendedores ambulantes com os sanduíches à mão. No Maracanã, um dos cartões postais do Rio, até hoje é certo encontrar os ambulantes credenciados e não resistir ao lanche delicioso para manter a tradição do futebol.

Quem cresceu no Rio de Janeiro certamente viveu uma dessas experiências, muitas vezes, em família. Em comemoração ao Dia dos Pais, vamos contar a história dessa marca que está presente na memória afetiva dos cariocas e, por trás desse sucesso, um legado de empreendedorismo passado de pai para filhos.

Banner

Memória afetiva e sabor inconfundível: conheça a história da GeneaL, marca comandada por pai e filhos

Pão macio, salsicha e mostarda. Já sabe de qual marca estamos falando? Foi com essa deliciosa combinação que, na década de 60, o cachorro-quente GeneaL entrou na vida e no coração dos cariocas, marcando todas as gerações até hoje.

Nas praias e nos festivais de música da cidade, lá estavam as carrocinhas de toldo listrado e vendedores ambulantes com os sanduíches à mão. No Maracanã, um dos cartões postais do Rio, até hoje é certo encontrar os ambulantes credenciados e não resistir ao lanche delicioso para manter a tradição do futebol.

Quem cresceu no Rio de Janeiro certamente viveu uma dessas experiências, muitas vezes, em família. Em comemoração ao Dia dos Pais, vamos contar a história dessa marca que está presente na memória afetiva dos cariocas e, por trás desse sucesso, um legado de empreendedorismo passado de pai para filhos.

Banner

A história começa nos anos 60 com as charmosas carrocinhas

A história da GeneaL começou em 1963, na areia das praias cariocas, quando o pão fofinho (de produção própria) com salsicha e mostarda se tornou o lanche preferido dos frequentadores de Ipanema, Copacabana, além da Lagoa Rodrigo de Freitas, Maracanã e Circo Voador. As carrocinhas de toldo colorido estavam presentes nos pontos mais badalados da cidade, sempre acompanhando o estilo de vida dos cariocas.

Na década de 80, porém, a marca foi vendida e acabou saindo de circulação, deixando os moradores da cidade saudosos. Já nos anos 90, a empresa Wal Petróleo adquiriu a GeneaL para usá-la em lojas de conveniência de postos de gasolina, mas, infelizmente, a marca não teve grande destaque. O terceiro dono, Dimas Corrêa Filho, foi o responsável por resgatar a marca de alma carioca e sabor inconfundível.

Banner
Banner

Dimas Corrêa comprou a marca nos anos 2000, resgatou sua essência e receitas originais

No final dos anos 90, Dimas Corrêa Filho era funcionário da Wal Petróleo e também era um grande fã da GeneaL, afinal, ele viveu boa parte da sua juventude na orla de Copacabana e consumia os deliciosos cachorro-quentes no dia a dia. Essa nostalgia, a propósito, não é incomum. Grande parte dos clientes que cresceram na década de 60 e 70 guardam boas memórias com os lanches da GeneaL, o que prova que a marca é parte da história da cidade do Rio.

Nos anos 2000, como a marca estava apagada, Dimas viu uma oportunidade de comprar a empresa e retomar o formato original. Começando pelas receitas, o empresário foi em busca do primeiro padeiro da GeneaL para resgatar o sabor e a receita original do pão que tornou a marca um símbolo carioca. Ele revitalizou o negócio, expandiu os formatos e implementou um sistema de parcerias com estabelecimentos para vender seus produtos, além de ambulantes credenciados e uniformizados nas orlas do Rio e quiosques.

Hoje são diversas lojas espalhadas por toda a cidade, com uma identidade nostálgica e charmosa, que mantém características do visual original, além de ter em seu cardápio sabores tradicionais e novos que fazem parte do DNA carioca, como o açaí, salgados e o mate da praia. Atualmente, outros dois modelos ajudam no sucesso da GeneaL, os eventos de pequeno e grande porte que podem contratar as carrocinhas de cachorro-quente da marca e o delivery com kits personalizados.

Banner
Banner

A segunda geração trouxe muita inovação e um frescor na identidade da marca

O empresário conta que a chegada dos filhos ao negócio foi um momento especial. “Resolvi abrir as portas para os meus filhos porque precisava de apoio, afinal, estou ficando com uma idade avançada já”, diz. Luciana Palhares, a filha do meio, já cursava Administração na PUC-Rio e estava procurando estágio na área quando o pai fez o convite. “A Luciana se identificou com a marca e me surpreendeu positivamente. Com a minha experiência de mais de 20 anos (de empresa), ela agregou com uma mentalidade jovem, inovadora e com muitas ideias... Para mim foi um espetáculo!”, conta. Hoje, aos 31 anos, ela é Diretora Geral e de Marketing da empresa e a alma criativa por trás do sucesso.

Paulo Palhares, o filho caçula, chegou à empresa pouco tempo depois. “Quando eu decidi trabalhar com meu pai, estava estagiando em uma empresa do mercado financeiro e vi que cada vez mais surgiam projetos na GeneaL, minha irmã estava sobrecarregada. Como minha formação é Engenharia, que é um curso bem completo, senti que podia ajudar e fui me direcionando aos pouquinhos”, conta. Paulo entrou para fazer a gestão administrativa e, posteriormente, se direcionou para a produção: “Fiquei dois anos fazendo a gestão da produção e depois migrei para o financeiro também, então, atualmente tomo conta desses dois setores”, diz ele.

Com a chegada dos irmãos, a empresa passou a investir mais em branding, benchmarking e melhorou a comunicação, sempre pensando em inovar para acompanhar o estilo de vida do seu público. Até a linha de cachorro-quentes veganos foi parte das mudanças que a dupla trouxe para dentro da empresa.



“Ele deu muita autonomia para a gente e sempre incentivou que a gente aprendesse com os erros e não abrisse mão do sentimento de família”, conta Paulo.

Banner
Banner

Atuar em uma empresa familiar trouxe confiança, acolhimento e aprendizado para os jovens empresários

Para os filhos, a experiência de trabalhar com o pai trouxe confiança, muito aprendizado e acolhimento. Luciana, que hoje comanda a empresa com o pai, conta que a passagem do bastão foi muito natural. “Ele sempre confiou muito na gente, então sempre deu muita liberdade. Acabou acontecendo de forma muito espontânea, ele foi ensinando, estava ali sempre presente, mas confiou que a gente estava tomando as melhores decisões ou aprendendo com os erros e seguindo em frente”, conta.

Luciana compartilhou com a gente um ensinamento do seu pai que aplica no dia a dia: “Ele diz que a gente precisa ‘dar um passo de cada vez, mas sempre para frente’, porque eu sempre fui muito ansiosa, queria abraçar o mundo e ele vai ali me segurando, dando limite, e acho que faz muito sentido. Além disso, a empresaria conta ter aprendido muito com o otimismo do pai, “Às vezes você está ali no desespero do dia a dia e ele fala ‘calma vai dar certo, confia’. Então, é uma pessoa que também inspira nesse sentido de pensar positivo e ir em frente”, diz ela.



“Por mais que tenha alguns desentendimentos naturais, no final do dia todo mundo se abraça e chega a um consenso do que é o melhor para a marca”, complementa Paulo.

Banner
Banner

Os desafios de assumir uma empresa familiar e marca consolidada

Assumir os negócios da família é um grande desafio para qualquer empreendedor principalmente quando se trata de uma marca consolidada no mercado e presente na memória afetiva de muitas pessoas. Pensando nisso, os irmãos estão sempre de olho no mercado para trazer inovação sem abrir mão de receitas tradicionais que são carro-chefes da marca. “A GeneaL é uma marca nostálgica e inteiramente ligada à memória afetiva, então qualquer consumidor pode lembrar da infância, lembrar do Maracanã ao comer o cachorro-quente. Ver isso é super legal, porque percebemos que não estamos vendendo só o produto, mas também a experiência, a memória”, diz a Diretora Geral da GeneaL.

Expandir e aumentar o lucro é importante, mas, para eles, é fundamental também manter a essência de uma empresa que acompanha o estilo de vida dos cariocas há 58 anos. “É uma responsabilidade enorme! A gente investiu em inovação, em branding, fortalecimento de marca, mas não perdemos os principais valores, que é o lifestyle carioca”, diz Luciana.



“O propósito da GeneaL é multiplicar a alegria das pessoas, proporcionando momentos “geneais” através da simplicidade, confiança e alto astral. Então, vai muito além do produto, é uma experiência, um ensaio...”.

Banner
Banner

Agora os filhos e jovens empreendedores estão prontos para voar mais alto

Aos poucos, o empresário está se desvinculando de suas funções na empresa, dando liberdade para os filhos tomarem as próprias decisões. Luciana já assumiu a Direção Geral da empresa, enquanto Paulo comanda a Gestão Geral. Segundo o caçula, essa sensação de autonomia já é percebida por eles no dia a dia do trabalho: “Tive a sensação de que estamos voando sozinhos algumas vezes, principalmente quando tivemos projetos novos e só informamos ao meu pai quando eles já estavam em andamento. É interessante ver o que a gente desenvolveu. Ele fica muito feliz, dá muito apoio e liberdade para gente testar coisas novas”, conta.

Orgulhoso e feliz, Dimas (empresário e pai da dupla), afirma que os filhos estão prontos para voar mais alto e sozinhos.



"Eu estou encerrando a minha vida profissional e eu me orgulho muito do que fiz nesta vida. Fico feliz por ter meus filhos para dar continuidade aos negócios”, diz.



Voltar ao topo